• VISAT-Recife

Reunião para implantação de Unidade Sentinela em ST no município do Recife

A rede de Unidades Sentinela (US) faz parte dos dispositivos da RENAST para a realização de diagnósticos e notificação de agravos à saúde relacionados ao trabalho. Também fazem parte de suas competências, a realização de identificação de casos e investigações epidemiológicas. As US serão definidas em nível local e regional por gestores e técnicos dos municípios. Sua habilitação será feita mediante processo de pactuação nos respectivos Colegiados de Gestão Regional. Tais serviços poderão contar, em um primeiro momento, com um processo de qualificação.


Em Pernambuco, a resolução de n°1236 de 05 de maio de 2008, aprova o Processo de Regionalização dos CEREST’s Regionais e a Implantação de Unidades Sentinelas em Saúde do Trabalhador no Estado. De acordo com o art. 3° desta mesma resolução, ela elenca diversos Hospitais Regionais do Estado de Pernambuco e as Policlínicas do Município do Recife, como opções para sua implantação. O CEREST Regional Recife, além do município do Recife, tem mais 7 sob sua abrangência: Abreu e Lima, Igarassu, Itapissuma, Itamaracá, Camaragibe, Olinda e Paulista.


De forma geral, qualquer unidade de saúde, desde as unidades de atenção primária à saúde até as referências especializadas, pode ser constituída como unidade sentinela. Ainda assim, os casos confirmados de agravos relacionados ao trabalho de notificação compulsória pela Portaria n° 264/2020 devem ser notificados em todas as unidades de saúde. Quando a confirmação não puder feita, os casos deverão ser encaminhados para referências especializadas, dentro dos fluxos locais e especificidades do agravos. Além de fortalecer a capacidade de diagnósticos precoces, as informações geradas pela estratégia devem subsidiar o planejamento e avaliação de ações na RENAST.


No dia 18 de agosto de 2021, a gerente de Vig. em Saúde do Trabalhador do Recife, Cybelle dos Santos, e Viviane Aluzi, enfermeira do SCIRAS (serviço de controle de infecção relacionada a assistência à saúde), NEPI (núcleo de epidemiologia), NESPT (núcleo de segurança do paciente e trabalhador) e RSS (Resíduos sólidos de saúde). Nesta Reunião elas discorreram sobre a possibilidade da implantação da primeira US do Recife ser na Policlínica Lessa de Andrade. Os agravos que estão sendo vislumbrados, a princípio, para a Unidade são: Dermatose Ocupacional, Transtorno Mental relacionado ao Trabalho, Pneumoconiose e PAIR (Perda Auditiva Induzida por Ruído). O momento foi o primeiro no qual ocorreu uma sondagem de informações sobre essa possível recepção por parte da Unidade.


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo